quarta-feira, 31 de julho de 2013

Seleção de sobremesas típicas e deliciosas do Brasil!



Doce típico de Recife (Pernambuco), o bolo de rolo tem aparência semelhante a de um rocambole com partes bem finas de massa de pão-de-ló entremeadas por goiabada. Hoje é encontrado por quase todo o Brasil e em versões em que o recheio pode receber doce de leite e compotas diversas. A receita da Casa dos Frios, em Recife, é uma das mais famosas.


Típica das mesas de Minas Gerais, a ambrosia tem ingredientes simples: leite, ovos, casca de limão, açúcar e canela levados ao fogo. Depois de esfriar, a mistura é levada à geladeira para se transformar numa delícia açucarada. 


Você pode comer cocada em todo o país, mas não pode deixar a Bahia sem ter experimentado a famosa cocada de tabuleiro, vendida em Salvadorpelas baianas em trajes típicos. O doce tem a versão branca e a preta, de coco queimado: ambas podem ser duras ou cremosas. Além do coco, a receita da branca tem muito açúcar, cravo e canela dissolvidos em água. Já na cocada preta, costuma-se acrescentar gengibre, açúcar queimado ou rapadura.


O bolo de arroz, famoso no Mato Grosso, principalmente em Cuiabá, geralmente é servido para acompanhar chá ou café. Arroz, mandioca, coco ralado e açúcar são os ingredientes principais da massa.


As confeitarias e cafés do Rio de Janeiro exibem várias delícias herdadas da corte portuguesa. Um deles é o delicado toucinho do céu, um bolo feito de gema de ovo, amêndoa e açúcar.


Muito popular nas cidades do Nordeste, a tapioca ganhou fama em todo o país. Aquecida em pequenas frigideiras redondas, de ferro ou alumínio, a massa feita com goma de mandioca umedecida e levemente temperada com sal ganha recheios variados. As versões de coco ralado, queijo-de-coalho ou apenas manteiga são as mais tradicionais. As tapioqueiras, com seus fogareiros, são encontradas, por exemplo, no Centro das Tapioqueiras (emFortaleza), no Alto da Sé (em Olinda), e na orla de Maceió, em Alagoas.


A cuca de banana, sobremesa típica do Rio Grande do Sul, foi introduzida na dieta dos gaúchos pelos colonizadores alemães. A cuca tem recheio de banana nanica, canela e cobertura feita com farofa crocante.


Na torta holandesa, os ingredientes são leite condensado, biscoitos maria, biscoitos cobertos de chocolate, creme de leite e chocolate meio-amargo para a cobertura. Apesar do nome, essa sobremesa supercalórica foi criada no Brasil e é difundida pelas docerias de Campinas, em São Paulo. Já entre as sobremesas típicas da Holanda, as tortas têm frutas e biscoitos.


O suflê de goiabada com calda de catupiry é uma versão moderna que alguns restaurantes de São Paulo fazem do popular romeu e julieta (queijo-de-minas com goiabada), como o da chef Carla Pernambuco, do Carlota. A mistura entre os paladares doce e salgado é equilibrada. Após o cozimento, a colher quebra a superfície para chegar ao recheio derretido




BALADA PRIME NO GARBOS EVENTOS EM MOSSORÓ - RN



Por falta de recursos, RN também não deverá ter estande institucional na Avirrp, em Ribeirão Preto (SP)!



Pelo menos até o momento o Rio Grande do Norte não garantiu sua participação na feira da Avirrp, que será realizada na sexta-feira e no sábado desta semana (2 e 3 de agosto), em Ribeirão Preto (SP). O estande reservado pela Emprotur custa em torno de R$ 40 mil. 

A feira da Avirrp é um dos principais eventos do setor no calendário nacional, já que reúne operadores e agentes de viagem de uma das ricas regiões do país. O Nordeste costuma ir em peso. O empresariado do Turismo do RN deverá contar com mais de 50 pessoas na feira.
Recente pesquisa da Associação de Agentes de Viagem do Estado de São Paulo (Aviesp) mostrou que Natal ainda é o destino nacional preferido pelos profissionais que vendem viagens no maior estado da federação. O Rio Grande do Norte ficou em segundo lugar como melhor estado do país para se fazer Turismo. 

Depois de não ter participado da Aviestur, realizada pela Aviesp em Holambra, próxima a Campinas, no primeiro semestre, o fato de não ter estande institucional na Avirrp, no próximo final de semana, não será compatível com a imagem que o Turismo potiguar desfruta ao longo dos anos em todo o estado de São Paulo.


Cidades históricas do Brasil ganham representantes!



As cidades consideradas patrimônio mundial segundo a Unesco, como Olinda, e as cidades históricas que se autodenominam turísticas, como Ouro Preto, ganharam duas associações para representá-las, nesta quinta-feira, 11: a Associação Brasileira das Cidades Históricas Turísticas e a Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial. A criação das entidades foi anunciada em Brasília, durante a Marcha dos Prefeitos, realizada pela Confederação Nacional dos Municípios. 

Pelo menos 100 municípios brasileiros se autodenominam cidades históricas turísticas e 10 delas constam na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco. A criação das entidades aconteceu após uma série de encontros promovidos pelo Fórum Nacional das Cidades Históricas e Turísticas, evento realizado pelo Ministério do Turismo em 2009 para promover o desenvolvimento dessas cidades. Entre suas atribuições está a sinalização de políticas públicas que visem capacitar profissionais para a gestão do patrimônio histórico e conscientizar a população para a importância desse legado. 

O secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, presente à solenidade, afirmou que o desenvolvimento das cidades históricas é uma das prioridades do Plano Nacional de Turismo (2013-2016). “É importante que as cidades históricas tenham capacidade de gerar atividade econômica”, afirmou. Segundo ele, os municípios devem buscar parcerias com a iniciativa privada. 

Participaram da assembleia de criação das entidades a presidenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Jurema Machado, o coordenador de Turismo da Confederação Nacional dos Municípios, Mário Nascimento, os prefeitos de Olinda (PE), Renildo Calheiros, e de Ouro Preto (MG), José Leandro, a presidente da Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo das Capitais e Destinos Indutores, Cláudia Pessoa, além de prefeitos e autoridades municipais de turismo.

Fonte: http://www.turismo.gov.br/

ESPECIAL THE BEATLES NO SÉLECT NOUVEAU EM MOSSORÓ - RN



I Encontro sobre Espaço e Ensino nas Ciências Humanas na Educação Básica em Pau dos Ferros - RN



I Encontro sobre Espaço e Ensino nas Ciências Humanas na Educação Básica: o espaço geográfico como objeto de estudo interdisciplinar será realizado nos dias 3 a 5 de Dezembro de 2013, em Pau dos Ferros, RN. Este evento é uma promoção do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Espaço, Ensino e Ciências Humanas (GEPEECH) e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais e Humanas (PPGCISH) da UERN.

Além do PPGCISH, o GEPEECH conta com a colaboração do Programa de Pós-graduação em Letras (PPGL) do CAMEAM/UERN, da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação  (PROPEG) e do próprio Campus Avançado Prof Maria Elisa de Albuquerque Maia - CAMEAM.

A década de 1970 é marcante para a história do pensamento geográfico mundial e do Brasil em particular, pois teve início nela o movimento de renovação crítica da ciência geográfica, com a chamada Geografia crítica. Esta, pautada, sobretudo no materialismo histórico e dialético marxista, mas também aberta a interdisciplinaridades variadas como a fenomenologia, contribuindo para o desenvolvimento de uma geografia de base cultural, com a psicologia, originando uma geografia da percepção. Com relação ao conceito de espaço nas ciências humanas Bettanini (1982, p. 15) afirma que “No interior das ciências humanas, a noção de espaço é segmentada e colocada como uma tentativa de elevar-se acima do objeto de análise, descrevendo e inventariando. Somente a geografia, em sua tenttiva e reformulação, parece aproximar-se de uma reflexão epistemológica”. Daí a necessidade deste I Encontro Estadual sobre Espaço e Ensino de Ciências Humanas na Educação Básica com a finalidade de unir esforços interdisciplinares em torno da discussão deste conceito básico de qualquer ciência social - o espaço geográfico ou simplesmente espaço - ainda que os seus objetos sejam diversos: a cultura, a sociedade, os grupos, a memoria, o tempo, a historia. Todos são tributários de disucssões espaciais.

A vida não se realiza fora do espaço, sem a vida não há espaço, pois a vida é um pressuposto espacial. Sem espaço não há vida, pios o espaço é um pressuposto da existência. Vida e espaço, vida e mundo, pois o espaço é o mundo, portanto o mundo da vida. Sem a existência corpórea e social o que até agora se entende por espaço não seria outra coisa senão uma paisagem, matéria sem ação. A imaginação de Santos acerca da questão é explicativa: "Durante a guerra fria, os laboratórios do Pentágono chegaram a cogitar da produção de um engenho, a bomba de nêutrons, capaz de aniquilar a vida humana em uma dada área, mas preservando todas as construções. O Presidente Kennedy afinal renunciou a levar a cabo esse projeto. Senão, o que na véspera seria ainda o espaço, após a temida explosão seria apenas paisagem. Não temos melhor imagem para mostrar a diferença entre esses dois conceitos". (2004, p. 106, grifos do autor).

Contemporaneamente a Geografia tem cada vez mais não apenas ampliado seus contatos com outras ciências, o que faz parte da sua própria constituição disciplinar, o que poderia ser tida como uma ciência de síntese (MORAES, 1995), mas também se tornado cada vez mais presente nas leituras e nas produções de outras ciências, como História, Antropologia, Sociologia e Filosofia dentre outras. Emerge assim a possibilidade de uma ciência inter-poli-transdisciplinar no dizer de Morin (2004), ou seja, uma disciplina aberta. Assoma-se assim a sua importância social e científica, pela inquestionável valorização dos temas espaciais, territoriais, regionais, locais, globais. Todavia, esta importância social da geografia não tem sido acompanhada por um trabalho constante e consistente das ciências humanas em pensar A natureza do espaço. As profusões de temas resultantes dos contatos interdisciplinares multiplicaram-se o que requer, em todo o caso, um trabalho complexo de integração destas análises, sem o qual não podemos entender o cerne da própria Geografia, sua Metageografia, entendida como uma “filosofia menor”, ou uma “província do saber” “[...] que ofereça um sistema de conceitos capaz de produz, na inteligência, as situações reais enxergadas do ponto de vista desta província do saber”.

Parte-se assim da concepção de espaço como um conceito e uma realidade, pois ele tem uma ontologia, é formado por objetos e ações no dizer de Santos (2004) ou por objetos e ações instrumentais e ações comunicativas no dizer de Carneiro (2006, 2009, 2011a, 2011b). A partir daí é preciso entender que este espaço é produzido e reproduzido pela ação humana e que este processo, no entendimento de Habermas (1990, 2011) é material e simbólico.  Do ponto de vista material, as ações orientadas para fins, teleológicas, cuidam da sua produção já do ponto de vista simbólico as ações comunicativas, linguísticas, dão conta de sua reprodução. Em todo caso, está em jogo interações variadas entre o mercado, o Estado e a cultura, assim, é necessário analisar como o dinheiro, o poder e os símbolos culturais se imbricam para conformar os espaços da vida.

Por outro lado,  esta imbricação reforça a necessidade de se analisar o processo de ensino e aprendizagem que ocorre sempre no espaço, seja formal ou informal, na cidade ou no campo. Assim, há possibilidade, no âmbito do CAMEAM, de estudos diretos na área de Pedagogia, Educação Física, Geografia e Letras os quais podem ser integrados a trabalhos transversais com enfermagem, economia e administração. Da mesma forma, espera-se que a UERN a partir de seus grupos de pesquisa ligados ao tema, possam contribuir para o debate a estudos interdisciplinares na área do evento.

Neste sentido, reforça-se a ideia de  autonomia do saber e ao mesmo tempo se amplia a necessidade da integração disciplinar em torno dos temas ligados ao ensino das ciências humanas presentes na educação básica.

Ao falar-se aqui de ciências humanas, não se exclui da proposta a possibilidade de contatos com as chamadas ciências naturais ou exatas, tendo em vista que entendemos de um ponto de vista lato, que todas as ciências são humanas. A problemática do ensino no Nordeste, no Rio Grande do Norte e no Alto Oeste Potiguar, em particular, requer esforços conjuntos na busca de sua melhoria, estudos específicos, mas também coletivos.

Dr. Rosalvo Nobre Carneiro
Coordenador do Evento

terça-feira, 30 de julho de 2013

CURSO CAPITALISMO E DESIGUALDADE SOCIAL NA UERN EM MOSSORÓ - RN



Turismo no Brasil cresce, mas sinalização ainda é problema!



O bom turístico vivido pelo Brasil tem sido fortemente impulsionado pelos grandes eventos mundiais sediados no país que trouxeram, com os visitantes de todo o mundo, duras críticas à qualidade de serviços básicos do setor. Apenas neste ano, o Brasil recebeu a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e, na agenda para 2014 e 2016, o número de turistas domésticos e estrangeiros deve se multiplicar, com a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

No ano passado, o setor movimentou R$ 247 bilhões. O valor superou as marcas de 2011 (R$ 238 bilhões) e de 2010 (R$ 228 bilhões). Especialistas dos setores público e privado consideram esses grandes eventos mundiais uma oportunidade para o país se consolidar como destino de muitos turistas no pós-2016, se a impressão deles sobre o país for positiva.
Mas a experiência vivida por algumas cidades que sediaram jogos da Copa das Confederações, em junho, deixou claro, por exemplo, que a sinalização nos principais destinos procurados pelos viajantes precisa ser melhorada. A deficiência, e até mesmo ausência de placas e outras formas de indicação de lugares, foi um dos itens mais criticados por turistas estrangeiros que responderam uma pesquisa do Ministério do Turismo.

Em outro levantamento contratado pelo governo, mais de 20% dos brasileiros que viajaram pelo país em 2011 classificaram como ruim a sinalização turística nos destinos nacionais. A mesma pesquisa mostrou que, para os estrangeiros que avaliaram, no mesmo ano, 16 serviços turísticos, a sinalização das cidades ocupa a 12ª posição, superando apenas as críticas atribuídas à qualidade dos aeroportos, aos serviços de telefonia e à internet, às condições das rodovias e aos preços.

No ano passado, o governo federal destinou R$ 38,5 milhões para que as cidades-sede da Copa do Mundo investissem em sinalização turística. Na semana passada, o Ministério do Turismo anunciou que R$ 19 milhões foram reservados para a colocação de placas indicativas, desta vez, nas cidades históricas. Mais de 30 destinos, em 17 estados, vão receber ajuda financeira para adequar esses mecanismos de comunicação aos padrões internacionais.

Pelas previsões da pasta, R$ 7,3 milhões serão divididos entre 13 cidades da Região Nordeste, como Itaparica, na Bahia, São Luís, no Maranhão, Parnaíba, no Piauí, Aracati, no Ceará, e João Pessoa, na Paraíba, além de Fernando de Noronha. A Regão Sul receberá R$ 3 milhões para aplicar em localidades como São Miguel das Missões e Pelotas, no Rio Grande do Sul, Florianópolis e Laguna, em Santa Catarina, e Antonina, no Paraná.

Congonhas, Diamantina, Mariana, Ouro Preto, Sabará, São João Del Rei e outras cidades de Minas Gerais, de São Paulo e do Rio de Janeiro vão receber R$ 5,5 milhões. No Centro-Oeste, os municípios de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, e Goiás e Goiânia, em Goiás, vão dividir o bolo de R$ 2 milhões. Na Região Norte, Belém contará com R$ 1 milhão para investir em sinalização turística.


FORRÓ DAS ANTIGAS EM MACAÍBA - RN



FEIRA DO LIVRO DE MOSSORÓ - RN REUNIRÁ CORDELISTAS DO NORTE-NORDESTE



A 9º edição da Feira do Livro de Mossoró vai promover um diversificado encontro de cordelistas do Norte-Nordeste. Antônio Francisco, Cláudio Cardoso, Preto Michel, Astier Basílio e Crispiniano Neto, são nomes confirmados para o encontro que acontece durante a feira que será realizada entre os dias 7 e 11 de agosto. 

Cordelistas paraibanos, pernambucanos, cearenses e paraenses estarão na feira, lançando cordéis, promovendo recitais e com vários debates em torno da literatura popular. A literatura de cordel, no Norte e Nordeste e A literatura de cordel na contemporaneidade são os temas que serão debatidos entre os convidados.

Durante a feira, também será entregue aos vencedores do Prêmio Cosern Literatura de Cordel 2012 a edição do livro com os cordéis ganhadores, proporcionando o encontro entre os jovens e os já experientes cordelistas. As atividades da Feira do Livro de Mossoró envolverão outros poetas potiguares, destacando: Nildo da Pedra Branca, Marcos Medeiros, Rosa Régis e José Augusto Araújo. 

A xilogravura também receberá atenção especial na feira. Nome nacional na arte da xilo e poesia popular, o paraibano José Costa Leite facilitará uma oficina e participará de um bate papo sobre a Arte da Xilogravura. Costa Leite é considerado Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco e tem mais de mil títulos de obras de cordel e xilogravuras feitas para mais de 200 poetas. 

Esse encontro entre os artesãos e artesãs das palavras acaba ajudando e fortalecendo a literatura de cordel e a cultura popular. Cheque-livro – O projeto cheque-livro, criado pela Secretaria da Educação, é destinado à rede municipal de ensino para ampliação do acervo das bibliotecas. Durante o lançamento da 9º Feira do Livro, que aconteceu no dia 10/04, a prefeita Cláudia Regina anunciou que este ano serão investidos R$ 95,5 mil na compra de livros para Unidades de Educação Infantil e Escolas Municipais, e R$ 85,425 mil devem ser utilizados pelos professores para aquisição de títulos.

Estrutura - A 9ª edição da Feira do Livro de Mossoró contará com uma estrutura diferenciada em relação às edições anteriores. O evento será realizado West Shopping Mossoró, e serão utilizadas as salas do Cinema como um dos espaços para palestras e bate-papos, possibilitando ainda mais conforto e comodidade aos participantes. A praça de alimentação também estará à disposição da feira, com a realização de apresentações culturais e demais intervenções. 

Programação – Entre nos nomes confirmados para feira está Pedro Bandeira, o consagrado autor brasileiro da Literatura Juvenil que até 2012 vendeu cerca de 12.1 milhões de exemplares. Os 100 anos de Vinícius de Morais será lembrado em um bate papo com o biógrafo José Castello, que é autor do livro "Vinicius de Moraes: o Poeta da Paixão - uma biografia", e junto com o professor universitário Aluísio Barros, irão abordar o tema em um bate papo.  

O poeta pernambucano Lirinha, que irá encantar a todos com a sua bagagem poética e literária. Na ocasião, Lirinha irá declamar poesias e contar histórias, encerrando um dia que será voltado para poesia popular, cordel, recital, teatro e oralidade.



Confira a programação completa aqui.
Feira do Livro via Agende-se em Mossoró

4º SEMINÁRIO LER PARA SABER MAIS SERÁ REALIZADO NO HOTEL VILLA OESTE EM MOSSORÓ - RN



PREFEITURA DE MARTINS - RN IMPLANTA SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO E TURÍSTICA



Cumprindo o seu plano de governo a risca, a Prefeita Olga Fernandes através de parcerias com o DETRAN – RN implantou a sinalização de Trânsito e parte da sinalização turística do Município de Martins.

Ao assumir, Olga acionou o Departamento de Trânsito do Estado para fazer o projeto ligado à engenharia de tráfego, tendo em vista a não municipalização do trânsito de Martins, sendo o mesmo de responsabilidade do governo estadual. A execução deste projeto garante segurança para pedestres e para pessoas que trafegam em veículos, sejam eles – Motos e Carros.

Neste projeto também foi contemplado a sinalização horizontal com vistas à segurança de crianças que circulam em vias próximos a escolas e unidades esportivas. O projeto ainda contempla parte da sinalização turística, informando aos visitantes o local dos atrativos. A Prefeitura implantará ainda, uma sinalização especial próximo aos atrativos.





Prefeitura de Martins


Novas cédulas de R$ 2 e de R$ 5 terão camada protetora contra sujeira!



As novas cédulas de R$ 2 e de R$ 5, que entraram em circulação nesta segunda-feira (29), terão uma camada protetora contra sujeira, disse o diretor de Administração do Banco Central (BC), Altamir Lopes. A proteção tem como objetivo impedir o desgaste rápido das cédulas, que são as mais manuseadas, por serem de baixo valor.

As novas cédulas fazem parte da Segunda Família de Cédulas do Real. As novas cédulas trazem elementos adicionais de segurança, como número escondido, marca-d'água e alto-relevo.

O número escondido – numeral com o valor da nota – fica visível quando a cédula é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos, em local com bastante luz. A marca-d'água revela o valor da nota e a imagem do respectivo animal: a tartaruga marinha, na nota de R$ 2, e a garça, na de R$ 5. O alto-relevo pode ser sentido pelo tato em diversas áreas da parte da frente das cédulas.

De acordo com comunicado do Departamento do Meio Circulante, as notas de R$ 2 mantém o padrão de cor predominante azul, mas terá novas dimensões. A nota de cinco segue com o tom predominante lilás e passa a apresentar um tamanho diferente do atual.

40 HORAS NA MEMÓRIA: Resgate da Experiência dos alunos de Paulo Freire em Angicos - RN



Unesco reconhece vida e obra de comunista como patrimônio da humanidade


 Ernesto Che Guevara



O argentino nascido em Rosário, Província de Santa Fé em 14 de Junho de 1928, Ernesto Che Guevara fez de sua vida uma das maiores contribuições para a libertação dos povos da América latina e do mundo. Agora a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, reconhece os escritos do revolucionário como Patrimônio da Humanidade. Os documentos foram incluídos no Programa de Memória do Mundo. Este programa que possui em seu registro 299 documentos e coleções dos cinco continentes agora conta com 431 manuscritos do Che, 567 documentos sobre sua vida e obra, assim como uma seleção de materiais iconográficos, cinematográficos, cartográficos e objetos para museu. Para Juan Antonio Fernández, presidente da Comissão Nacional Cubana da Unesco, esta decisão reconhece a “contribuição do Che ao pensamento revolucionário latino-americano e mundial, que o converteram em símbolo de rebeldia, de liberação e internacionalismo”.

O exemplo do guerrilheiro heroico ultrapassa as barreiras do tempo e até hoje inspira os revolucionários do mundo. Che, como era carinhosamente chamado entre os guerrilheiros do movimento 26 de Julho, ficou conhecido por utilizar de suas próprias atitudes para demonstrar como deve se comportar um revolucionário frente a diversas situações, seja da vida cotidiana, seja no front de batalha. Ernesto nunca se recusava a uma tarefa e defendia que um revolucionário deve estar onde a revolução necessita. Enquanto Ministro da Indústria foi um grande entusiasta do trabalho voluntário como emulação comunista, ele próprio se dedicou durante anos ao trabalho voluntário na produção, uma vez por semana.

Sobretudo, Che era um internacionalista e ao cumprir com suas tarefas em Cuba, foi construir a revolução no mundo. Passando pela África e por fim voltando à América Latina o guerrilheiro foi assassinado na Bolívia sob orientação e apoio da CIA em 9 de outubro de 1967. Ainda assim, Che vive, nas lutas dos povos do mundo para libertarem-se da opressão. Suas ideias estão mais vivas do que nunca. Seu exemplo arrasta milhões todos os anos para as lutas. Sobre Che, não há melhores palavras do que as de seu amigo e camarada Fidel quando diz, “Se queremos um modelo de homem, um modelo de homem que não pertence a este tempo, um modelo de homem que pertence ao futuro, de coração digo que esse modelo, sem uma mancha em sua conduta, sem uma só mancha em suas atitudes, sem uma só mancha em sua atuação, esse modelo é Che! Se queremos expressar como desejamos que sejam nossos filhos, devemos dizer com todo o coração de veementes revolucionários: queremos que sejam como Che!”

Programação do 10º Festival Gastronômico e Cultural de Martins - RN



A Prefeitura de Martins, através da Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente, e em parceria com o Governo do Rio Grande do Norte, lançam a Programação Cultural do 10º Festival Gastronômico e Cultural de Martins. O evento acontece no primeiro final de semana de agosto, mais precisamente, nos dias 2, 3 e 4.

Programação do Coreto:

02/08 – Sexta-Feira:
19 horas – Paulo Varela;
19h30min – Edson e Verônica
21h30min – Brega Night
23h30min – Bom Malandro

03/08 – Sábado:
12 horas – Gustavo Voz e Violão
20 horas – Samba Nobre
22 horas – Orquestra Boca Seca
11h50min – Forró na Manha

04/08 – Domingo:
12 horas – Alexandro Bandeira

Programação Cultural durante o Evento

02/08 – Sexta-Feira:
18 horas – Orquestra Sinfônica do Município
20 horas – Apresentação do “Auto da Serra Santa” – Martins
21 horas – Apresentação do Grupo “Lorotas e Presepadas”; Apresentação de Oficinas na “Cozinha Show”.

03/08 – Sábado:
20 horas – Apresentação do Grupo “Lorotas e Presepadas”; Apresentação de Oficinas na “Cozinha Show”.

04/08 – Domingo:
20 horas – Apresentação do Grupo “Lorotas e Presepadas”; Apresentação de Oficinas na “Cozinha Show”.

Programação – Palco Principal

02/08 – Sexta-Feira: Fernando Farias e André Luvi
03/08 – Forró na Tora e Forró Estylo
04/08 – Forró Circuito Musical e Fabiano Show

Prefeitura de Martins - Assessoria de Comunicação Social

segunda-feira, 29 de julho de 2013

FESTA DOS PAIS EM TIBAU - RN



NOVAS NOTAS DE R$ 2 E R$ 5 COMEÇARAM A CIRCULAR NESTA SEGUNDA!



Em julho de 2012, entraram em circulação as notas de R$ 10 e R$ 20, que devem ser completamente trocadas até meados de 2014. As primeiras cédulas da nova família a entrar em circulação foram as de R$ 50 e R$ 100.

De acordo com Lopes, a substituição das cédulas antigas está mais adiantada nas notas de maior valor, cujas novas versões saíram há três anos. Segundo o diretor do BC, 71,3% das cédulas de R$ 100 e 63,8% das de R$ 50 foram trocadas. Quanto às notas de R$ 20 e de R$ 10, já foram substituídas 31,3% e 36,9%, respectivamente.

O Banco Central esclarece, ainda, que as notas antigas não perderão valor. Elas serão substituídas gradualmente no dia a dia, conforme forem tiradas de circulação por causa do desgaste natural.


Reprodução Cidade News Itaú

Papa Francisco doa R$ 120 mil para favela e hospital no Rio de Janeiro!



O papa Francisco deixou um cheque de 20 mil euros (R$ 60 mil) para a comunidade da Varginha e outro no mesmo valor para o Hospital São Francisco, dois lugares que visitou durante a viagem ao Rio. A informação é do arcebispo do Rio, d. Orani Tempesta, em entrevista ao jornal RJ-TV, da Rede Globo.

O dinheiro será usado para melhorias na favela, a serem decididas pelos moradores, e no centro de recuperação de dependentes de drogas que começa a funcionar em julho no hospital.
Presidente do comitê organizador da Jornada Mundial da Juventude, d. Orani disse que o encontro católico "superou as expectativas" e que o momento mais tenso foi a transferência dos dois últimos eventos de Guaratiba, na zona oeste, para a Praia de Copacabana, na zona sul. "Era um sonho que tínhamos (fazer a vigília e a missa de encerramento no Campo da Fé, que se tornou um lamaçal). Os produtores ficaram chateados, mas existe um jeito brasileiro de resolver as coisas na última hora", afirmou o arcebispo.


1º TALK TOUR DO CURSO DE TURISMO - UERN



Beijo entre pessoas do mesmo sexo em frente a Igreja Universal do Reino de Deus marca Marcha das Vadias em Natal - RN



E o protesto do coletivo Marcha das Vadias aconteceu em Natal, mesmo sem o número de pessoas esperado. O movimento em Natal aconteceu paralelo ao que aconteceu no Rio de Janeiro, na praia de Copacabana, onde os manifestantes protestaram contra a igreja católica, pediram a liberação do aborto e bênção aos casais do mesmo sexo. 

Eram duas mil pessoas que, além de pisarem em crucifixos, quebraram duas imagens, uma de Nossa Senhora Aparecida e outra de Nossa Senhora das Graças. Em Natal, o protesto resumiu-se ao Beijaço na escadaria da Igreja Universal do Reino de Deus, no momento em que acontecia um culto, e o mote da noite foi: “Nem o Papa nem Feliciano”, numa alusão ao deputado que pregou a cura gay.  A igreja fechou as portas, e quem entrava ou saía, fazia pelo estacionamento, e de carro.O repórter fotográfico Canindé Soares registrou o protesto.


Reprodução Cidade News Itaú

domingo, 28 de julho de 2013

Casal seridoense pede interferência do papa contra lei que permite aborto de fetos com má-formação!



A Agência Brasil destaca que o casal caicoense Haroldo Lucena e Mariselma da Silva tem filhos gêmeos, um menino e uma menina de 1 ano e cinco meses. A menina Ruhama nasceu com má-formação, enquanto Amin Mateus não tem problema algum. Hoje (27), eles conseguiram a bênção do papa Francisco, quando ele deixava a Catedral do Rio. 

O santo padre celebrou uma missa para bispos, sacerdotes e religiosos que participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Depois da bênção, o papa deu quatro terços para Haroldo, Mariselma e os filhos.

Para o casal, a bênção do papa foi uma emoção muito grande, mas de acordo com Lucena, o encontro teve o objetivo de pedir a interferência do pontífice para que a presidenta Dilma Rousseff vete a lei aprovada no Congresso, que permite o aborto para crianças com má-formação ou sem cérebro. “Essa criança está com um ano e cinco meses e os dois são gêmeos da mesma placenta. 

Pela interseção do beato João Paulo II é que essa criança está aqui. Nossa finalidade de ter saído do Rio Grande do Norte até aqui é só para pedir à presidenta que não assine a lei. Mais nada nos interessa”, comentou.

Informação do Mural de Riacho da Cruz

I PROJETO VIDA ATIVA EM FELIPE GUERRA - RN



1ª FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR É INAUGURADA EM VIÇOSA - RN



A secretaria de agricultura, com o apoio da prefeitura de Viçosa, em conjunto com feirante do município, realizou a 1ª Feira da Agricultura Familiar. Neste novo evento, que será semanal, sempre aos sábados, os produtores de pequeno porte poderão expor seus produtos e assim, comercializa-los. 

Uma diferença positiva no que se refere aos produtos hortifrutíferos, é a ausência de agrotóxicos em verduras e frutas que são exposto à venda. Na inauguração da feira, o prefeito Toinho do Miragem esteve presente. 

"É uma iniciativa louvável e que merece nosso respaldo. Viçosa hoje, inaugura a feira da agricultura falimiar e isso, independente do tamanho da receita que circula, em termos financeiros, é um começo. Vamos apoiar e incentivar tanto a secretaria de Agricultura, como os feirantes. Viçosa merece", disse Antônio Amorim.

A feira livre é tradição nas cidades de médio a pequeno porte e Viçosa sai na frente em resgatar esta prática.


Foto: Na Hora RN

Nordeste recebe R$ 7,8 milhões para sinalização turística!



No total, 13 cidades históricas de oito estados serão beneficiadas

O Nordeste foi contemplado no PAC do Turismo com investimentos de R$ 7,8 milhões para implantação de sinalização turística em 13 cidades históricas de oito de seus estados. Segundo o ministro Gastão Vieira, a sinalização turística bem trabalhada garante conforto, segurança e permite a mobilidade adequada do visitante. "A sinalização turística é fundamental para o turismo. Ela destaca e reforça a identidade do local, ampliando os ganhos do destino com a visitação". 

A lista de beneficiários inclui patrimônios históricos e naturais como Fernando de Noronha (PE), São Luis (MA) e São Cristóvão (SE) e conta também com destinos com importantes acervos da história e da cultura brasileira, como João Pessoa (PB), Marechal Deodoro (SE) e Parnaíba (PI). O PAC das cidades históricas é um programa intergovernamental coordenado pelo ministério da Cultura. 

Em tempo, a região deverá ser o destino de 55,2% dos brasileiros que pretendem viajar até o final deste ano. O principal motivo da viagem são os destinos de praia, bem como o turismo religioso.

Confira a lista dos estados beneficiados, cidades atendidas e valores investidos:

Alagoas: Marechal Deodoro e Penedo (R$ 800 mil)
Bahia: Maragogipe, Santo Amaro, Itaparica (R$ 900 mil)
Ceará: Sobral e Aracati (R$ 800 mil)
Maranhão: São Luis (R$ 1,5 milhão)
Paraíba: João Pessoa (R$ 1 milhão)
Pernambuco: Fernando de Noronha (R$ 250 mil)
Piauí: Parnaíba (R$ 550 mil)
Sergipe: Aracaju e São Cristóvão (R$ 1,5 milhão)



Festa no Clube Acri em Itaú - RN



UERN divulga programação para comemorar Semana do Economista



A Semana do Economista em Mossoró será marcada no âmbito da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) com uma intensa programação a ser cumprida de 12 a 16 de agosto no Campus Central para discutir os problemas que atingem a categoria na atualidade.
As atividades serão coordenadas pela Faculdade de Ciências Econômicas (FACEM) através do Departamento de Economia (DEC). A abertura dos trabalhos acontecerá às 7h30, do dia 12, já com a realização da primeira palestra da Semana. Na oportunidade, o professor Rodolfo Ferreira Costa fará uma exposição sobre “ O Impacto das Transferências Constitucionais para o Comportamento Fiscal dos Municípios Brasileiros”. 

De 12 a 16 de agosto, a programação a ser cumprida pelo Departamento de Economia prevê a abertura dos trabalhos sempre a partir das 7h30 e no período noturno a partir das 19h. Os interessados em participar da Semana do Economista podem confirmar suas inscrições até o dia 02 de agosto no DEC da UERN, das 7h às 10h e das 18h às 21h. 

A abertura da semana ocorrerá pela manhã do dia 12 de agosto, com as palestras do Prof. Dr. Rodolfo Ferreira da Costa, como o tema: O impacto das transferências constitucionais sobre o comportamento fiscal dos municípios brasileiros; e como o Prof. Dr. Zezineto Mendes, com o tema: Teoria dos Jogos na decisão de conflitos: o caso da distribuição de águas da barragem Assu/Piranhas. 

Na abertura da Semana do Economista no turno noturno, serão proferidas as palestras pelo Prof. Dr. Adriano Suarez (UFC) com o tema desenvolvimento regional e pela Profª Drª Iêda Maria Araújo Chaves Freitas (UERN), com o tema: Educação e desenvolvimento. Vale destacar a presença do Prof. Tomislav Femenick na terça feira pela manhã, com o tema: Estado, Mercado e Desenvolvimento: dilemas brasileiros. O mesmo é autor de mais de 40 livros. 

Continuando a Programação, na terça feira a noite, o Prof. Dr. José Mairton França fará uma palestra sobre economia verde e na quarta feira a noite, um debate sobre as alternativas a economia do petróleo no município de Mossoró.  Todas as palestras acontecerão no auditório da Faculdade de Ciências Sociais (FAFIC). 

Serão também ofertados minicursos, tais como: Consultoria Empresarial; SIDRA; Índices Inflacionários; Utilização de modelos univariados para previsão de informações financeiras; Desigualdade de oportunidades: Circunstância versus esforço; Elaboração, Captação de Recursos e Execução de Projeto de Pesquisa; e Programação linear aplicada ao processo de decisão na empresa.

Mais informações - 084 3315 2200

IX - SEMANA DE FILOSOFIA DA UERN: Perspectivas da Filosofia Contemporânea!



Atualmente a filosofia apresenta-se sob múltiplos olhares e perspectivas. Desde a noção mais tradicional de um saber sobre a verdade e sobre o ser, à noção de busca do sentido do ser, de análise conceitual da linguagem e do discurso, passando também pelo estudo da existência humana, e de uma reflexão crítica em vistas da emancipação social. A riqueza destas perspectivas, longe de tornar a filosofia um conhecimento secundário e distante da vida, ao contrário, torna o mesmo mais dinâmico e rico. Um exemplo de tal perspectiva encontramos no filósofo F. Nietzsche, para o qual a filosofia é essencialmente afirmação da vida, da vontade de potência, e, especialmente da crítica e do estudo dos diversos valores e formas de vida que permeam nossa sociedade. 

Com o reconhecimento destes múltiplos olhares, o departamento do curso de Filosofia de Mossoró, em parceria com o departamento do curso de Filosofia de Caicó, promove nos dias 05 a 09 de agosto de 2013, nas dependências da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais – FAFIC, a IX SEMANA DE FILOSOFIA DA UERN. Compõe os eventos da semana o seminário “A atualidade do pensamento de Nietzsche”, no dia 06 de agosto, e o II SIMPHILO - Simpósio Estadual sobre o Ensino de Filosofia, nos dias 8 e 9 de agosto.

Com o objetivo de se constituir em um espaço de estudo e discussão filosófica entre professores e alunos de filosofia e afins da UERN e de outras IES, o Evento Acadêmico se constituirá das seguintes atividades: conferências, mesas redondas, minicursos e comunicações. 


quinta-feira, 25 de julho de 2013

TARDE SOLIDÁRIA NA AABB EM PAU DOS FERROS - RN



Viçosa - RN sai na frente na busca pelo selo Árvore do Bem



Os Municípios que tiverem uma árvore para cada habitante receberão o selo Árvore do Bem, e com ele terão privilégios na captação de recursos para os setores de Saneamento, Infraestrutura, Habitação, Saúde, Educação e Transporte. 

O município de Viçosa/RN sairá na frente dos demais municípios do RN, pois apresenta grande parte de sua área urbana arborizada, o que possibilita a seus moradores uma melhor qualidade de vida. 

De acordo com o Projeto de Lei da Câmara 52/2013, o selo será concedido pelo governo federal. A quantidade de árvores será contada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e deverá ser igual ao número de habitantes contabilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O calor da pequena Viçosa é amenizado pelas sombras da árvores, em especial as mangueiras que são plantas que predominam no cenário da cidade.

O Mural de Riacho da Cruz

LUAU PARTY MUSIC ELECTRONIC!



Uma nova empreitada, uma nova aposta e uma certeza, você vai viver uma experiência única. Com uma estrutura, iluminação, som e atrações invejáveis. Dia 31 de Agosto, a partir das 22h na Área de Lazer Fontoura, em José da Penha/RN. 

Coca-Cola brasileira tem maior taxa de produto cancerígeno no mundo!



A Coca-Cola comercializada no Brasil contém a maior concentração do 4-metil-imidazol (4-MI), produto presente no corante Caramelo IV e classificado como cancerígeno nos Estados Unidos, de acordo com informações da assessoria de imprensa do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). 

Conforme o Idec, a Coca-Cola do Brasil tem nove vezes mais o limite diário de 4-MI estabelecido pelo governo da Califórnia, que fixou a quantidade máxima de consumo diário de 39 ml do refrigerante por dia. Nos EUA, a empresa alterou a fórmula do produto para diminuir a concentração do 4-MI, segundo o jornal britânico Daily Mail. No Reino Unido, ativistas favoráveis a uma alimentação saudável para crianças querem que a empresa tome a mesma medida. 

De acordo com o levantamento, o refrigerante vendido no Brasil contém 263 cmg do corante em 350 ml. Na Coca-Cola vendida no Quênia, que ficou na segunda posição, há 170 cmg para cada 355ml. A pesquisa, realizada pelo Centro de Pesquisa CSPI (Center for Science in the Public Interest, em inglês), de Washington testou a quantidade da substância nas latas vendidas também no Canadá, Emirados Árabe, México, Reino Unido e nos Estados Unidos. Procurada, a empresa ainda não se manifestou sobre a pesquisa. 

Procurada, por meio de nota a Coca-Cola respondeu que a quantidade do 4-MI presente no corante caramelo utilizado nos produtos é "absolutamente segura" e que os índices do ingrediente apontados em amostra brasileira pela pesquisa estão dentro dos padrões aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A empresa afirmou ainda que não vai alterar sua fórmula e que mudanças no processo de fabricação de qualquer um dos ingredientes, como o corante caramelo, não tem potencial para modificar a cor ou o sabor da bebida. "Ao longo dos anos já implementamos outras mudanças no processo de fabricação de ingredientes, no entanto, sem alterar nossa fórmula secreta", diz a nota. 

Conforme a empresa, ela se orienta por evidências científicas sólidas para garantir que os produtos são seguros e a Coca-Cola Brasil produz bebidas rigorosamente dentro das normas e observando as regras sobre quantidades e ingredientes recomendadas. 'O elevado padrão de qualidade e segurança dos nossos produtos permanece sendo nossa mais alta prioridade", completa.

Notícias Terra